10 bons motivos para aprender (de graça) um idioma online

frances-laboratorio-de-dexter

Com a vida virtual cada vez mais ocupando um espaço na nossa vida de verdade, é conveniente escrever um post sobre aprender um idioma online. Na verdade, não só é possível aprender um idioma online, mas também se conhece pessoas e não se gasta tanto dinheiro.

Eu aprendi russo dessa forma.

Todos temos vontade de aprender a falar uma nova língua, e devemos aproveitar as facilidades e mordomias da vida moderna pra usá-las a nosso favor. Mas, por que seria melhor estudar um idioma online? Bom, à primeira vista você deve imaginar que é mais barato ou que você não precisa sair de casa. E você tem razão. Lá se foram 2 bons motivos!

A lista completa se encontra a seguir:

  • É extremamente interativo!

Esqueça as cadeiras e mesas de uma sala de aula, um professor controlando tudo, uma apostila, memorização de frases. Com aulas online e principalmente os aplicativos de celulares e tablets, o foco das aulas é somente VOCÊ. Clique em botões, faça associações, escute áudios, veja vídeos com legendas, converse com algum nativo por Skype. Acesse a Wikipedia no idioma que você aprende. Vale tudo na hora de se motivar! Você nem percebe que está estudando, com tantas imagens e vídeos por aí.

  • É muito mais barato!

OK, é verdade que o barato sai caro. Mas é sempre bom pesquisar e aproveitar o melhor custo benefício. E esse dito não se encaixa nessa situação. Aprender um idioma online, seja por aulas privadas ou simplesmente ao escutar um podcast pode ter um certo preço, financeiramente falando. Porém, a vantagem é que a qualidade é boa e barata. Funciona não só para aprender uma língua, mas para praticamente qualquer coisa que se realize na internet, como compras online, por exemplo. Tenha em mente que na web não existe comissão de vendedor e gerente, aluguel, conta de água e luz etc. É bem improvável que você consiga o mesmo desconto que viu no site da Casas Bahia na loja física deles, por exemplo. Felizmente existe muito material de graça online. Confira alguns neste post.

  • Você otimiza muito o seu tempo!

Não é uma regra aprender um idioma em casa. Você pode estar no ônibus e escutar um podcast em francês, ler um ebook em inglês, aprender espanhol em um aplicativo enquanto espera por um amigo ou ser atendido pelo médico. Muito mais produtivo que rolar pelo Facebook ou Instagram sem parar. A falta de tempo hoje em dia para quem tem uma conexão 3g ou um tablet não pode ser mais uma desculpa. Ah, por falar em Facebook ou Instagram, por que não mudar a configuração do idioma deles para o que você está aprendendo?

  • Você define a meta do seu aprendizado!

Já é autoexplicativo esse motivo. Você não precisa acompanhar o ritmo dos outros alunos ou se matar estudando. Só não caia na procrastinação ou no excesso. 30 minutos por dia estudando um idioma online já são suficientes. Tente alternar para aprender uma habilidade a cada semana. Por exemplo, na primeira semana você foca 30 minutos lendo um texto fácil e escrevendo sobre ele. Logo depois, no fim da semana, procure praticar com um nativo ou alguém que fale esse idioma. Na outra semana, concentre-se em escutar podcasts ou assistir vídeos curtos online. De novo, no fim da semana procure falar com um nativo ou alguém que fale esse idioma. Por que estou batendo nesta tecla? Porque pra mim o que importa pra realmente aprender uma língua estrangeira é a prática oral com alguém que já saiba o idioma.

  • Existem infinitas maneiras de se começar a aprender!

Podcasts, rádios, Tvs online, aplicativos, sites, language exchanges, textos, programas, ebooks etc.

  • Existe flexibilidade, mas não existe moleza!

Bom, então diferente das escolas, se eu começar a estudar por algum curso ou professor online vou avançar de qualquer forma e não existe um método de avaliação, certo? Errado! Não quer dizer que os cursos que você toma pela internet sejam amadores ou que os professores não sejam profissionais. Se você escolher estudar por um professor em alguma plataforma como o Verbling ou o Italki, saiba que muitas vezes os professores possuem anos de experiência no ensino e é possível ver suas referências, sejam através de depoimentos de outros alunos ou certificados internacionais. Então, não se preocupe com a qualidade, e sim com sua motivação.

  • Você literalmente tem o mundo a seu alcance!

Imagina você estudar inglês online através de uma escola nas Filipinas, praticar sua fluência com um britânico em um site de idiomas o que você está aprendendo e compartilhar com seus amigos nas redes sociais? Bem-vindo ao nosso admirável mundo 2.0!

  • É seguro!

Você pode ficar desconfiado a princípio de começar a aprender um idioma online, seja por conta própria ou por algum curso. E essa insegurança pode se dar por vários motivos, que vão desde clonar o seu cartão até o curso/professor ser uma fraude. Não se preocupe! Todo bom site possui uma parte para as referências e para você escrever seu comentário.

  • Aprender uma língua se torna acessível a todos!

O que antes poderia ser um diferencial ou algo destinado a pessoas ricas na verdade se tornou mais democrático. O maior problema, na minha opinião, é que no Brasil existem poucas pessoas que de fato se interessam em aprender um idioma que não sejam por motivos profissionais ou acadêmicos. Logo, o método de estudo ou razões para o aprendizado se parecem como estudar História ou Física. Hoje praticamente todos nós temos acesso a rede 3g, apps, podcasts e pdfs. E eles democratizaram de uma certa forma o aprendizado.

  • Você aprende que internet não é só feita de memes, Facebook, e discussões políticas infindáveis!

Dê um alívio a si mesmo e faça alguma coisa diferente. Nem que seja para aprender o básico de uma língua estrangeira para impressionar o crush, seus vizinhos ou colegas de trabalho. E também é sempre bom aprender alguma coisa nova.

Agora é a sua vez

Você estuda alguma língua pela internet? Você acha segura esta metodologia ou prefere meios mais tradicionais?

Quero saber sua experiência.

Não esqueça de curtir a página no Facebook e compartilhar nas redes sociais.

Até a próxima.

Compartilhe no seu perfil

Comentários

comentários