[Pontos Principais] Moscou, Rússia

Imagina a felicidade da criança quando viu neve pela primeira vez?

Ninguém poderia imaginar que um simples entreposto localizado na floresta de taiga seria durante muito tempo a capital do futuro maior país do mundo. Moscou cresceu e se desenvolveu, foi incendiada algumas vezes e, como a Fênix das lendas, renasceu cada vez mais forte e imponente. Mesmo com a mudança da capital para São Petersburgo durante o Império Russo, Moscou sempre permaneceu como o centro econômico e militar, enquanto “Piter” (como russos chamam S. Petersburgo), a janela para o ocidente e para a cultura.

Moscou hoje

A cidade possui cerca de 10 milhões de pessoas, com um estilo de vida bem agitado. Apesar de ser uma metrópole, não é muito comum ver turistas pela cidade de outras nacionalidades que não sejam dos países da antiga União Soviética. Talvez se deva ao fato da maioria dos russos não falarem inglês, alemão ou espanhol. Ou pela imagem negativa que a Rússia possui de certo modo no Ocidente.

A maioria dos turistas ficam na  região central da cidade, onde se encontram a Praça Vermelha, a Catedral de São Basílio e a rua Arbat. Na verdade, é muito difícil ver placas ou sinalizações em inglês, então é recomendado que se estude o mínimo do alfabeto russo e frases básicas antes de visitar Moscou ou o resto do país. As gerações mais novas falam um pouco de inglês, graças ao interesse na cultura americana e filmes de Hollywood, e a abertura do país.

Muitos russos não gostam de Moscou

Talvez pelo fato da cidade concentrar boa parte da renda do país, ou por ela ser imensa, barulhenta e suja. Com sinceridade, achei Moscou bem organizada e linda, com um transporte público excelente e bem segura. São Paulo fica muito atrás, se for para comparar duas metrópoles parecidas. De qualquer forma, o começo de sua viagem pela Rússia vai começar aqui, até mesmo se você quiser se aventurar pela Transiberiana, uma viagem de trem que sai de Moscou e chega no extremo oriente do país, em Vladivostok.

O clima da cidade durante o ano costuma ser frio. Mesmo no outono e primavera pode se chegar durante os dias de 5 a 20 graus. No inverno chega a -20 a média e no verão pode ultrapassar os +30. O clima só reflete a sensação de que tudo é extremo na Rússia. Os edifícios possuem calefação. Assim, se você sentir frio é só entrar em algum prédio e já era. Por falar em frio, não recomendo viajar na época do inverno como eu fiz (Novembro a Abril), principalmente se você sente frio com facilidade. Você acha que curte frio até ir encarar um inverno russo. Lembre-se do que ele foi capaz de fazer com Napoleão e com os nazistas.igreja-cristo-salvador-moscou-russia

    Khram Khrista Spasitelya (Catedral de Cristo, o Salvador). Foi demolida por Stálin durante sua perseguição religiosa, saqueada pelo mesmo e o ouro das cúpulas incorporados ao Tesouro do Estado. Foi reconstruída no fim da URSS e é a maior igreja ortodoxa do mundo.

Pontos principais

O que você precisa visitar se você ficar pouco tempo, como 2-3 dias na cidade:

  • Visite a Praça Vermelha. Ela está localizada dentro do Kremlin, e lá estão o Museu de História, a Catedral de Sâo Basílio, diversas atrações como espetáculos de balé e eventos públicos, igrejas e monumentos;
  • Passeie pelo GUM, um antigo edifício czarista e agora um dos shoppings mais elitizados da Rússia;
  • Conheça a Biblioteca Estatal Russa, a maior do país e uma das maiores do mundo.
  • Tome um café na rua Arbat (Arbatskaya), local boêmio desde a época soviética. Rodeada de bares, cafés, e atrações. Rua de pedestres;
  • Visite a Galeria Tretyakov. Possui a maior coleção de arte russa e uma das maiores de arte em geral do mundo;
  • Se for visitar no verão, passeie de barco pelo rio Moscou. E aproveite para tirar fotos ótimas do Kremlin;
  • Visite um dos milhares de monastérios espalhados pela cidade. Existe um em praticamente quarteirão da cidade, sem brincadeira!
  • Ande de metrô. Ande muito de metrô! As estações mais bonitas são as 70 construídas na época de Stálin, em especial as estações Mayakovskaya (de Mayakóvski), Prospekt Mira(Avenida da paz) e Ploshad’ Revolutsii (Praça da revolução).praça-vermelha-natal-russia

Eu cheguei em Moscou no início de Dezembro e já tinha decorações de Natal por lá. O Natal Russo se comemora no dia 7 de Janeiro, seguindo o Calendário Juliano. Este foi um dos raros dias ensolarados no inverno russo.

catedral-sao-basilio

O cartão-postal mais famoso da Rússia, a Catedral de São Basílio, foi construída a mando de Ivan IV, o Terrível. Diz a lenda que seu arquiteto teve os olhos vazados para que não pudesse criar algo parecido em lugar algum.temperatura-inverno-russo

As temperaturas giravam na média dos -15, -20 no inverno. Tu acha que gosta de frio até visitar a Rússia no inverno.

Agora é a sua vez

A Rússia é importante para mim, porque nunca mais fui a mesma pessoa desde que voltei ao Brasil.

Não se esqueça de curtir a página no Facebook e compartilhar este artigo através dos botões abaixo.

Deixe suas dúvidas nos comentários ou compartilhe uma dica sobre Moscou.

Se você tiver interesse em aprender Russo, clique aqui para baixar um ebook gratuito e comece a estudar hoje mesmo!


 

 

Comentários

comentários